Vidente brasileira que previu a própria morte mata-se com medo de morrer e acerta previsão



O seu nome era Marineide e hoje, ela está a ser honrada em Minas Gerais pelas vidas que conseguiu resgatar e tirar da miséria e bem, como dizem que quem vive pela espada morre pela espada, é justo afirmar que a própria Marineide morreu pela sua arte.

A mulher de 49 anos de idade rapidamente descobriu o seu percurso: na sua infância, conseguia prever com clareza quando é que ia ser assaltada nos morros perto de sua casa e foi isso que a fez querer ser vidente, depois de ter ficado sem três telemóveis, uma escova de cabelo e um pacote de petazetas. Recentemente, Marineide “virou o feitiço” contra si própria e a tentar ler a sua sina, previu a sua própria morte.

Não conseguindo perceber a forma como ia morrer ou quem ia ser o responsável, ela não aguentou com ansiedade e depois de beijar intensamente o seu marido Juninho na boca, ela decidiu pegar num prego e espetá-lo no esterno até não aguentar mais, sendo que acabou por falecer, tudo para tentar “contrariar o destino”. Infelizmente, por ter falecido, ela acabou mesmo por acertar a sua previsão.

Juninho, agora viúvo, diz: “Esta morte prova a arte de Marineide. Que seja lembrada e abençoada por Deus”.

Surreal.

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.