Turistas no Chile mutilam baleia azul morta para escreverem nela os seus nomes e tirarem selfies

A uns 180 quilómetros de Punta Arenas, Chile, algumas pessoas encontraram uma baleia azul morta na praia e, supostamente, fizeram o que a humanidade ditou: correram para cima dela para tirar fotografias e, com uma faca, gravar nela mensagens…

O Serviço Nacional de Pesca e Aquacultura do Chile acudiu prontamente ao lugar para perceber o que aconteceu à baleia azul, sendo que nesse momento os mais curiosos já tinham tirado selfies e até escrito mensagens românticas na pele do animal, que tinha mais de 20 metros.

Ao ver as fotografias de pessoas montadas na baleia, bem como mensagens, alguns ativistas da Greenpeace condenaram as ações, descrevendo-as como “dolorosas e repudiáveis”.

Claro que houve quem fosse contra quem se indignasse com estas ações, alegadamente praticadas por turistas:

“Não entendo qual é a ideia de armar polémica, o animal já estava morto. O que fizeram foi estúpido mas não foi com más intenções”, lê-se no tweet acima.

Ainda assim, houve quem repudiasse o comportamento das pessoas que fizeram isto:

E tu, o que tens a dizer do sucedido?