Toureiros pedem 700 milhões de euros para salvar o seu “desporto”

As organizações de touradas estão a sofrer, ao ponto de terem pedido cerca de 700 milhões de euros ao governo espanhol para que os ajudassem a salvar o “desporto”.

O país inteiro encontra-se de quarentena como resultado da pandemia do coronavírus, sendo que grande parte dos negócios foram forçados a fechar portas e bem, a crise já chegou Às touradas, dado que os fãs não se podem reunir nas arenas para verem o “festival”…

Depois da quarentena forçada em Espanha, foram muitas as organizações a defender e a promover as touradas que se juntaram para escrever uma carta ao ministro da cultura José Manuel Rodríguez Uribes, pedindo ao governo para salvar a área ao fornecer ao sector cerca de 700 milhões de euros.

Para além disso, os dirigentes de cada organização pediram ao governo para que lhes fosse devolvido o dinheiro em bilheteira dos eventos cancelados, para além de terem pedido que os seus impostos fossem pagos pelo estado. Apesar de não existir confirmação acerca de uma possível resposta por parte do governo, o ministro da cultura Uribe comprometeu-se a resolver a situação, tendo deixado os ativistas pelos direitos dos animais bastante incomodados.