Sete pessoas morreram a tentar encontrar o esconderijo onde Adolf Hitler guardou ouro avaliado em 40 biliões de euros!

Desde o final da Segunda Guerra Mundial, muitas expedições e “caças ao tesouro” foram feitas e muitas delas acabaram com um final trágico.

Desta vez, uma dessas caças ao tesouro tirou a vida a 7 pessoas, que se encontravam a procurar o suposto ouro guardado por Adolf Hitler na altura da guerra.

Acredita-se que nos dias finais da Segunda Guerra Mundial, na altura em que Hitler estava a ser obrigado a ceder, foram muitos os líderes Nazi a atirar todo o ouro acumulado na altura para o Lago Toplitz, na Áustria!

A história afirma que muitas caixas de metal foram atiradas para a lama por debaixo desse lago!

A verdade é ninguém sabe ao certo o que estava nessas caixas misteriosas.

Algumas teorias acreditam que elas continham ouro acumulado durante o reino de terror de Hitler por toda a Europa. Outros acreditam que continha documentos a mostrar activos confiscados dos judeus, activos esses que foram escondidos em contas bancárias na Suíça.

Exploradores passaram mais de 60 anos a recuperar esses artefactos e em 2005 a Bundesforste AG, companhia estatal que controla o lago, assinou um contracto com Norman Scott, um caçador de tesouros americano, que tinha uma esperança de ter resolvido o mistério.

O objectivo da empresa era também descobrir o que aquelas caixas misteriosas escondiam, afirmando que independentemente de estar lá ouro ou não, o mistério era inclusive muito bom para o turismo.

A verdade é que foram muitos os caçadores de tesouros que morreram por esse mistério, inclusive um mergulhador da marinha americana que morreu em 1947, afogado no Lago Toplitz.

Muitos crentes e mergulhadores esperançosos acreditam mesmo que pode estar muita coisa escondida naquele lago, incluindo o tão desejado ouro Nazi cujo valor estimado ronda os 40 biliões de euros, bem como os tesouros roubados dos cidadãos judeus.