Seguidores da Teoria da Terra Plana planeiam uma viagem até à Antártida para chegarem à "fronteira" do planeta

Seguidores da Teoria da Terra Plana planeiam uma viagem até à Antártida para chegarem à “fronteira” do planeta

A esta altura do campeonato, praticamente toda a gente já ouviu falar na Teoria da Terra Plana. Agora, um grupo de seguidores acérrimos desta teoria está mesmo a planear uma expedição até à Antártida, tudo com o intuito de chegarem ao “limite” do planeta…

De acordo com o que reporta a Forbes, Jay Decasby, também ele seguidor desta teoria, explicou mais ou menos o ponto de situação:

“Temos de terminar de uma vez por todas este debate e assim, vamos até à Antártida para encontrarmos a fronteira do nosso planeta. Já foi feito anteriormente por alguns marinheiros (antes da ONU ter sido estabelecida até) e consta-se que existiram provas irrefutáveis que comprovavam este modelo da Terra Plana.

Se conseguirmos chegarmos até ao final da Antártida, vamos andar distância suficiente para chegar ao final do plano que é a Terra e refutar inteiramente todos os argumentos que alguém possa trazer ao de cima relativamente ao culto do sol com o heliocentrismo”.

A verdade é que em 2018, Colin O’Brady completou uma missão a solo de atravessar a Antártida, sendo que o conseguiu fazer em apenas 54 dias. Os críticos do movimento da Terra Plana acreditam que a jornada de O’Brady prova de uma vez por todas que a Terra é redonda.

A verdade é que muitos dos crentes na Terra Plana estão longe de estar convencidos, com Decasby a afirmar que existe uma “clara falta de evidências” na jornada de O’Brady – mesmo que existam provas bem concretas como coordenadas de GPS…

Achas que os “terraplanistas” vão levar a melhor?