Rússia diz que os Estados Unidos da América não irão conseguir defender-se da sua mais recente arma

Como se o mundo não tivesse armas perigosas que bastassem para nos deixar preocupados, consta-se que a Rússia está a trabalhar numa nova arma “hipersónica” completamente devastadora.

Aparentemente, esta nova arma chama-se Avangard e tem a capacidade de viajar a 5,000 km/h, sendo que já foi testada por três vezes. Em dois desses testes, surtiu o resultado pretendido. Esta arma é categorizada como “hipersónica” porque consegue viajar 5 vezes mais rápido do que a velocidade do som.

O que reporta o IFLScience é que a arma é pouco convencional uma vez que depois de atingir certa altura, de uma forma super aerodinâmica volta a entrar na atmosfera terrestre, daí conseguir atingir velocidades hipersónicas.

Isto significa que mesmo sem capacidade de explosão, todo o ímpeto da arma pode provocar danos consideráveis no momento de “aterragem”. A arma em questão foi feita especificamente para se evadir dos sistemas de defesa de mísseis dos Estados Unidos da América.

Apesar da potência da arma e da capacidade de se sobrepôr ao armamento americano, consta-se que a arma ainda não tem um propósito.

Pavel Podvig, analista independente, explicou: “Foi descrita como uma arma em busca de uma missão. A minha visão é de que não é necessário realmente algo assim. Não muda muito em termos de habilidade de atingir o alvo”.

Russos a ser russos…