Recluso “não violento” é libertado devido ao coronavírus e volta a ser preso por homicídio

Um recluso que tinha sido libertado de um estabelecimento prisional em Hillsborough, Flórida, em conjunto com outros 163, voltou a ser preso, tendo sido acusado de cometer homicídio no dia a seguir a ter saído. Joseph Edwards Williams, de 26 anos, foi libertado no dia 19 de março devido à pandemia do coronavírus por ter sido considerado “não violento”, de acordo com o que reportou a WFLA.

Ele estava preso e a aguardar julgamento depois de ter sido apanhado com heroína e no dia a seguir a ter sido libertado, matou um homem a tiro, de acordo com a acusação: “Não há dúvida de que Joseph Williams se aproveitou desta emergência de saúde para cometer crimes enquanto estava fora da prisão, aguardando a resolução de um crime de baixo grau e não violento”.

Alguém analisou muito mal a situação.

Fonte: NYPOST