Putin endurece castigo por maus tratos contra animais: pena vai até aos 5 anos de prisão

Todos os dias acontecem coisas más pelo mundo fora, na grande maioria das vezes devido a acções deploráveis por parte de nós, seres humanos. Uma delas são os maus tratos aos animais.

Felizmente, em muitos países já se implementaram castigos para aqueles que causam danos ao indefesos animais e agora Vladimir Putin veio endurecer o castigo a quem pratica maus tratos aos animais, considerando que a lei que existia não era punível o suficiente.

O mundo conheceu Putin pelo seu excelente desempenho como presidente e por ser um homem justo com as leis e direitos humanos. Ele adora animais e decidiu que a pena máxima por maus tratos a animais devia ser aumentada para 5 anos de prisão.

A lei federal foi aceite e posta em marcha recentemente e trará mais justiça, punindo convenientemente as pessoas sem coração que têm a coragem de maltratar os animais.

Esta nova lei, de acordo com o que foi informado pela agência de notícias RT, fará que as pessoas cruéis que fazem isto passem de dois a cinco anos atrás das grades. E não fica por aqui:

Se os crimes estipulados dentro desta lei forem cometidos por um menor de idade ou se forem promovidos/partilhados nas redes sociais, o castigo será ainda mais severo, obrigando a pagar uma multa que pode ir dos 2,000 aos 6,000 euros.

Para os crimes mais proeminentes, a pena inclui trabalhos forçados até cinco anos, para além de três a cinco anos na cadeia.

De acordo com a imprensa local, a decisão de aumentar os castigos foi impulsionada depois de um caso que ocorreu em 2016, em que um grupo de adolescentes russos gravaram algumas torturas realizadas por eles mesmos a animais, tendo partilhado tudo nas redes sociais.

Respeito para Putin.