PORTUGAL: Mulher vinga-se e mete piri-piri na xaroca da namorada do seu ex-marido

Quando achares que a tua mulher é avariada da marmita, pensa duas vezes…

Uma mulher de 43 anos de idade agrediu uma colega de trabalho, depois de ter descoberto que esta estava a ter uma relação amorosa com o seu ex-marido. A mulher é acusada pelo Ministério Público de ter despejado um frasco de piri-piri na vagina da namorada do ex-marido.

Para conseguir levar a cabo a vingança, a a arguida terá sequestrado a colega, obrigado a mesma a abrir as pernas e assim, conseguido colocar “uma grande quantidade” de piri-piri na vagina da vítima, que teve “dores insuportáveis”.

Segundo o Mirante, a arguida terá descoberto que a colega estava numa relação com o ex-marido, pois recebeu uma mensagem dos amantes por engano…

Após descobrir a relação, a agressora convidou a colega a acompanhá-la a um café para comerem um bolo, no dia 29 de julho de 2011. Sem suspeitar de nada, a vítima foi de carro com a mulher e a meio da viagem a arguida referiu que estava mal da barriga e que teria de ir à casa de banho. Posto isto, pararam a viatura no meio de um descampado. Nesse momento, a agressora arranca o telemóvel das mãos da vítima e diz:

“Enganaste-te! Mandaste a mensagem para a pessoa errada! E estás f***** que eu não estou sozinha”.

Nessa mesma altura surge o cúmplice, um homem brasileiro que estava escondido no local e que puxou a vítima para fora do carro. Antes de colocarem o piri-piri na vagina da mulher, obrigaram a mesma a telefonar para o patrão, a despedir-se e a pedir para que entregasse o ordenado à arguida. A vítima também foi agredida na zona lombar, ameaçada e ainda lhe cortaram o cabelo.

Os dois cúmplices estão a ser julgados pelos crimes de sequestro, roubo e coação agravada. A arguida é também acusada do crime de ameaças agravadas e o homem de detenção de arma proibida…

FONTE: Impala