Polícia tentou multar automóvel SEM CONDUTOR da Google por ir…demasiado devagar!

A Google já percorreu mais de 20 milhões de quilómetros por todo o mundo através dos seus automóveis, que têm o objectivo de captar uma infinidade de imagens para o serviço Google Maps.

BETANO OFERTA 5€ GRÁTIS

O automóvel, criado por engenheiros a cargo do alemão Sebastian Thrun, pode transitar de maneira autónoma, isto é, sem condutor ao volante.

Ainda assim, um polícia de trânsito em Mountain View, Califórnia, tentou multar o veículo… E tudo porque circulava a uma velocidade de 40 quilómetros por hora…

Aparentemente, o polícia achou estranho o veículo estar a circular a uma velocidade tão baixa num local onde o limite máximo era 56 km/h.

Quando ele foi para multar o condutor, apercebeu-se que não estava ninguém atrás do volante e teve que interrogar o passageiro que se encontrava no banco de trás.

A Google declarou-se “culpada” e comentou:

“Temos limites de velocidades nos nossos protótipos de veículos estabelecidos em 40 km/hora por razões de segurança. Queremos que se sintam amigáveis e acessíveis e que os veículos não constituíam perigo a quem esteja por perto…”.

No fim, não houve multa nenhuma a ser passada porque não há nenhuma lei que possa multar o condutor por ir demasiado lento, de acordo com a polícia de Mountain View.