Pintura de 1850 mostra uma mulher a caminhar enquanto olha para o seu iPhone

Nos dias que correm, já ninguém fica surpreendido por ver alguém com um smartphone: são poucas as pessoas que não possuem um nos dias que correm. Mas e se visses um iPhone numa pintura realizada no ano de 1850?

Pois bem, um político britânico publicou na sua conta de Twitter uma fotografia de um quadro de Ferdinand Georg Waldmüller, chamado “The Expected One”, que mostra uma mulher a caminhar enquanto observa algo que tem nas mãos e que parece muito ser um iPhone…

O quadro encontra-se no museu Neue Pinakothek, em Munique, e desde que isto foi parar ao Twitter, têm chovido comentários a dizer que a senhora é uma viajante no tempo.

Apesar de isto ser descabido, como é que se explica algo assim?

“Este quadro foi realizado em 1850! Vejam no que ela está a segurar. De certeza que está no Tinder e o homem à sua espera não tem hipótese”, lê-se no tweet.

O especialista em arte Gerald Weinpolter foi entrevistado pela Motherboard e afirmou que o que a rapariga leva entre as mãos é nada mais nada menos do que um Missal Romano, um pequeno livro de orações utilizado em celebrações católica.

Afinal ela não estava a ver gajos no Instagram, nem sequer possui um iPhone…