Petição é aberta para que parem de matar cães vadios na Rússia em vésperas de Mundial

Activistas pelos direitos dos animais na Rússia acusaram recentemente o governo de ter investido cerca de 2,5 milhões de euros no abate de cães vadios, tudo para preparar o Campeonato Mundial de Futebol que ocorrerá no verão deste ano.

De acordo com Ekaterina Dmitrieva, director da City Animal Protection Foundation, o dinheiro foi todo gasto com o intuito de se livrarem dos cães vadios que vagueavam pelas cidades que vão receber o torneio…

No entanto, o que Dmitrieva diz vai contra a história oficial de que esses cães estão a ser realojados temporariamente durante a época do Mundial.

Reporta-se também que o ministro Vitaly Mutko ordenou recentemente às cidades que vão receber o evento que montassem abrigos para animais temporários para albergar os cerca de 2 milhões de cães vadios dessas áreas.

Ainda assim, Dmitrieva insiste que o dinheiro já mudou de mãos e que foram feitos negócios para “limpar” os cães das ruas da pior maneira…

“Centenas de milhares de cães, gatos e até pássaros serão destruídos por veneno – ou de formas ainda mais cruéis”, escreveu Dmitrieva.

Assim, abriram uma petição contra esta atrocidade, petição essa que já passou as 90 mil assinaturas!

O Mundial de Futebol 2018 terá lugar na Rússia entre o dia 14 de junho e o dia 15 de julho, envolvendo 32 selecções.

Esperemos que esta situação seja bem resolvida…