É oficial, este estudo comprova que ser careca é ser lindo!

Rabos de cavalo, para casa. Cristas, fora daqui. Chega-te para lá, Brian May. É a hora dos carequinhas brilharem!

Um novo estudo revelou que o favoritismo que os homens de cabelos longos e ilustres tinham tem-se vindo a desvanecer desde há uns tempos para cá e que agora é a era dos calvos.

O estudo, que foi realizado na Universidade da Pensilvânia, chegou à conclusão de que, no que toca a cabelo, hoje em dia menos é mais. Melhor, nenhum cabelo é o melhor!

Os participantes no estudo (homens e mulheres) tiveram de avaliar fotografias de homens de acordo com a sua beleza, confiança e dominância, quase que como um exercício idêntico ao que é realizado no Tinder.

Em cada categoria, os carecas acabaram por ser considerados os mais atraentes, contrariando a quase que tradição de que a atractividade e o cabelo estão ligados…

Para além disso, também concluíram que os homens que se safam melhor em “negociações económicas” também são os carecas – pois é, para além de mais atraentes, também são melhores homens de negócios…

O cabelo tem sido um sinal de atractividade desde os tempos de Sansão e Dalila e a sua popularidade tem vindo a ser cimentada na cultura ocidental.

Agora, este estudo veio de certa forma desmistificar essa “norma”. Se pensarmos em homens carecas que foram grandes, temos o Professor Xavier de X-Men, o Papa Francisco, Samuel L. Jackson e até Dalai Llama!

E vocês, preferem os carecas ou nem por isso?