Mulher que fugiu do hospital antes do exame ao coronavírus está a ser procurada pelas autoridades

Mulher que fugiu do hospital antes do exame ao coronavírus está a ser procurada pelas autoridades

As autoridades da Rússia incluíram na lista de “mais procurados” uma mulher que fugiu de um hospital em Sevastopol, uma cidade autónoma administrada pela Federação Russa, antes de completar exames para detectar a eventual presença do coronavírus.

Ekaterina Repyakh foi internada, no início de fevereiro, depois de ter regressado com febre de uma viagem à China. Os dois primeiros testes deram negativo, mas os médicos exigiram que ela fizesse um terceiro exame, sendo que foi aí que a mulher desapareceu, de acordo com o que reportou o Daily Star. Inicialmente, circularam informações de que Ekaterina desejava viajar a Rostov. No entanto, algumas buscas pelas cidade não levaram a nada…

O surto do COVID-19 começou em Wuhan, na China, já chegou a todos os continentes, à excepção da Antártida.

O que dizer?