Mulher fica um ano sem se depilar em protesto contra o machismo

Uma mulher polaca revelou o porquê de ter deixado de fazer a depilação. Basicamente, quis opor-se às pressões da sociedade que todas as mulheres sofrem para terem de se manter constantemente depiladas e “apelativas”.

Sonia Cytrowska, de 28 anos, vive na Polónia e conta que começou a depilar-se aos 12 anos de idade, devido a imagens que via na televisão e a revistas que a deixavam insegura.

Mas foi no ano passado que ela decidiu deixar de se depilar. Assim, já faz mais de 1 ano desde a última vez que se depilou, sendo que teve total apoio do seu marido.

Agora, ela espera que as suas publicações constantes no Instagram impulsionem outras mulheres a deixarem a opressão das gilletes e da cera, seguindo o movimento “Body Hair Movement”, que combate os estereótipos da beleza.

“Decidi não me depilar porque me vejo bela e muito confortável ao viver desta maneira”, explicou Sonia.

Sonia explicou que normalmente passava 3 horas por semana a remover os pelos corporais dos seus braços, barriga e pernas.

Ainda assim, ele admite que para o seu marido Tobiasz, foi difícil de se acostumar com a sua aparência natural. Felizmente, o amor que ele sente por ela ultrapassou qualquer confusão que possa ter estado na sua cabeça.

Apesar de tudo, Sonia admite que há dias mais difíceis do que outros nesta luta e espera que as redes sociais lhe possam dar força e ajudar outras mulheres a entender que é normal e muito belo ter muitos pelos.

O que achas da sua atitude?