Mulher cria escola para ensinar as mulheres a tratar os maridos “tal e qual como nos anos 60”

Uma dona de casa britânica desistiu do seu trabalho para criar uma academia que ensine às mulheres boas maneiras, regras de etiqueta, o verdadeiro trabalho de doméstica e “como mimar os maridos como se estivéssemos em 1959”.

Alena Kate Pettitt já havia trabalhado em marketing mas decidiu desistir quando se casou e foi mãe. Depois de ter assentado em Cotswolds, ela afirma ser muito feliz a “tratar da casa e a mimar o seu marido”.

Enquanto que muitas mulheres batalham contra os problemas associados ao sexismo e à falta de igualdade, Pettitt explicou o seu ponto de vista ao BBC: “A cultura nos anos 90 era tudo menos aquilo que eu gostava e definitivamente que me senti como uma outsider. Era tudo do género ‘vamos lutar contra os homens, sair e ser independentes’. Mas eu sinto que nasci para ser uma mãe e uma esposa. Eu relaciono-me muito com as séries dos anos 50 e 60”.

Para ela, trabalhar não lhe trazia satisfação e hoje, Pettitt gosta muito mais de viver para se assegurar de que o seu marido chega a casa e tem a comida na mesa…

Ela diz ter descoberto um grande número de outras mulheres tradicionais que gostam de viver com a mesma rotina e estilo de vida do que ela e assim nasceu a Darling Academy, que encoraja as mulheres a meterem os seus maridos em primeiro lugar.

Uau.