Marido traído vinga-se de forma genial

Este homem conseguiu a melhor vingança possível pós ter descoberto que a sua mulher o andava a traír. Confere o seu veredicto e SURPREENDE-TE:

Eu já tinha um pressentimento de que ela me andava a traír porque ela já dava alguns sinais disso. Ria-se constantemente para o telemóvel quando recebia mensagens, mas dizia-me sempre que era a sua mãe quando eu lhe perguntava. Também precisava constantemente de ficar até mais tarde no trabalho, mas quando eu decidia ligar aos seus colegas eles diziam-me que ela já se tinha ido embora há horas. Quando lhe perguntei o que se andava a passar, ela desatou-se a rir e disse que isso era uma brincadeira entre os colegas do trabalho que eles estavam sempre a fazer uns aos outros.

Mas eu tinha a certeza que se passava alguma coisa quando ela saiu “para ir buscar leite”, por volta das 23:30 e só voltou por volta das 2 da manhã, imagine-se.

Da experiência que tive, posso afirmar que se acham que estão a ser traídos pelo vosso parceiro, contratem um detetive privado. Eles são bons no que fazem e mais tarde ou mais cedo recolhem os indícios suficientes para que possam comprovar as vossas suspeitas e divorciarem-se.

Bem, após estas suspeitas passaram cerca de 7 meses, e foi no dia de aniversário dela que a decidi confrontar. E vocês devem estar a perguntar porque raio é que eu esperei 7 meses para a confrontar, e porquê que o fiz especificamente no seu dia de anos.

Esperei cerca de 7 meses para que pudesse juntar todas as evidências possíveis para entregar ao meu advogado, bem como para começar a procurar uma nova casa para viver. Em relação à segunda pergunta – claro que tive de a confrontar no seu aniversário!

Depois de lhe ter perguntado o que é que ela queria fazer no seu dia de anos, ela simplesmente insistiu para que eu fosse para fora da cidade com os meus amigos, pois ela estava supostamente cheia de trabalho e não queria ligar ao seu dia de anos, porque a relembrava de que estava a envelhecer.

Claro que se passava algo e, quando descobri uma garrafa de champagne e dois copos dentro do nosso armário escondidos, tive que fazer o que qualquer homem faria nesta situação.

Fui para casa de amigos meus e fingi que tinha saído da cidade por uns dias, tal como ela tinha insistido para eu fazer. Enquanto estava em casa de amigos, contactei a mãe dela, o pai, a irmã, e montes de amigos.
Quando os contactei, expliquei que queria fazer uma grande surpresa ao entrar-lhe de rompante no quarto com um bolo gigante, balões, entre outros adereços festivos.

Soa bem, não soa? Pois bem, foi muito divertido.
Combinei com toda a gente ás 8:30 na parte de fora do nosso apartamento, eramos cerca de 8 pessoas. Subimos todos de elevador, sendo que a mãe dela estava a segurar no bolo enquanto eu avisava as pessoas para fazerem o menos barulho possível, para a surpresa ser em grande.

Pus a chave à porta e fomos todos, bem devagarinho, até ao quarto. Assim que abrimos a porta, gritámos todos: SURPRESA!

E que surpresa, pois fomos deparar-nos com a minha mulher e o amante todos nus enrolados nos lençóis. A mãe dela deixou cair o bolo, a irmã começou a chorar e o pai começou a reclamar, enfim. Eu fingi que estava super surpreendido enquanto os meus amigos me apoiavam e a insultavam, isto tudo enquanto o amante dela metia as calças à pressa para se ir embora.

Não acho que seja preciso dizer que foi uma das melhores prendas de aniversário que já dei a alguém!

“A vingança é um prato que se serve frio.”