Ela mandou mensagens surreais ao namorado para o fazer levar ao suicídio…

Uma rapariga que tentou de forma doentia e perturbadora manipular o namorado através de mensagens, encorajando-o a cometer suicídio, está agora a ser julgada em tribunal.

Michelle Carter, que tem agora 20 anos de idade, tinha apenas 17 quando começou a massacrar psicologicamente o seu namorado Conrad Roy III, de apenas 18 anos. Infelizmente, o jovem acabou mesmo por cometer suicídio.

Roy foi encontrado na sua carrinha cheia de monóxido de carbono num parque de estacionamento. Ele ainda tentou sair mas a namorada ordenou-o que ficasse lá dentro…

Carter, que nem chamou a polícia ou a família de Roy quando ele morreu, alega que queria simpatia e atenção, somente. O seu advogado afirmou:

“A ideia de cometer suicídio foi de Conrad Roy, não foi ideia de Michelle Carter. Foi um suicídio, um triste e sádico suicídio, mas não se tratou de homicídio”.

Eis a transcrição de algumas mensagens perturbadoras que antecederam o suicídio de Conrad:

Carter: Acho que os teus pais sabem que estás numa posição muito, muito má. Não estou a dizer que eles querem que o faças mas honestamente acho que o vão conseguir aceitar. Eles sabem que não há nada a fazer. Eles tentaram ajudar.

Todos tentaram mas há um momento em que não há mais ninguém que te possa salvar a não seres tu, mas nem tu o consegues fazer. Disseste que a tua mãe viu algo relacionado com suicídio no teu computador e não disse nada. Toda a gente ficará triste com o teu suicídio mas depois ultrapassarão tudo e seguirão em frente.

Não ficará ninguém em depressão. Eu não deixo que isso aconteça. As pessoas vão levar-te no coração.

Conrad: Aww. Obrigado, Michelle”.

E ela continuou a pressioná-lo para se suicidar:

Carter: Precisas de o fazer, Conrad, ou então vou ter que te ajudar. Não podes continuar…

Conrad: Ok. Vou fazê-lo hoje.

Carter: Prometes?

Conrad: Prometo amor.

Carter: Agora?

Conrad: Para onde vou?

Carter: Não podes quebrar o que prometeste. Vai para um parque de estacionamento ou assim.

Conrad: Okay.

Carter: Vai para algum sítio onde não sejas apanhado. Eu sei que consegues encontrar um sítio!

Conrad: Estou pronto…”.

Infelizmente, o final foi trágico.

Pelos que fez, Carter pode mesmo enfrentar uma pena de 20 anos de prisão, o que a colocaria por detrás das grades até aos 40 anos. Que psicopata…