Libelinhas fêmeas fingem estar mortas para evitarem os machos

Libelinhas fêmeas fingem estar mortas para evitarem os machos

E se te dissermos que tal como o teu marido finge dores de cabeça para não fazer o amor contigo, também no mundo animal existem comportamentos idênticos? Acontece que as libelinhas fêmeas fingem mesmo estar mortas para evitarem os machos. O comportamento foi descoberto por Rassim Khelifa, da Universidade de Zurique, na Suiça. De acordo com o New Scientist, ele fez a observação enquanto estudava o comportamento das libelinhas nos Alpes Suíços.

Aparentemente, em mais um exercício de observação, ele viu uma libelinha a cair ao chão depois de estar a ser perseguida por um macho. Em 10 anos a estudar insectos, Khalifa disse que nunca tinha visto um comportamento assim. Depois de cair no chão, a libelinha fingiu-se de morta, permanecendo imóvel até que o macho que a perseguia dispersar. Depois disso, retomou a sua vida normal, como se nada tivesse acontecido.

E pelos vistos, o sucedido não se tratou apenas de um traço de personalidade daquela libelinha em questão: Khelifa constatou que 27 das 31 libelinhas fêmeas observadas fingiram as suas mortes para evitar os machos, sendo que 21 delas tiveram sucesso na sua missão.

Fascinante.