Ladrões cavam túnel de 500 metros para assaltar um banco

Parece saída de um filme mas a cena aconteceu mesmo. Foi em São Paulo, no Brasil, que um bando de ladrões decidiu cavar um túnel para assaltar um banco.

A enorme escavação foi realizada desde o esconderijo deles até ao banco e o alvo deles era o cofre onde se encontravam aproximadamente 250 milhões de euros.

Até ao momento, 16 membros do bando de ladrões, responsáveis por abrirem caminho através de um labirinto subterrâneo com mais de 500 metros, foram presos após terem sido apanhados. A imprensa local afirma que, a acontecer, seria o maior roubo de sempre a um banco.

O túnel começava no esconderijo deles, onde eles arquitectavam os seus planos e se reuniam, e culminava exactamente onde estava o “tesouro”.

A polícia disse que o túnel estava apoiado com grandes tábuas de madeira e com barras de ferro: aparentemente, os ladrões ainda deixaram algumas ferramentas no interior do túnel.

A escavação começou há 4 meses e chegou mesmo a ficar concluída, obrigando as autoridades a actuarem de forma muito rápida para conseguirem capturar os membros do bando.

Eis o que afirma Fábio Pinheiro, investigador principal:

“O custo de elaboração do túnel foi elevado. Estima-se que no total, o preço a pagar por tudo aquilo seria cerca de 1 milhão de euros, sendo que cada um dos participantes entrou com 55 mil, no mínimo! No fundo eles viram isto como um investimento, uma vez que o objectivo eram 250 milhões de euros”.

Os delinquentes foram detidos no norte da cidade e é de ressaltar que alguns dos membros do bando estiveram envolvidos no roubo do Banco Central de Fortaleza, em 2005, e no roubo do Banco Itaú do Brasil, em 2011.

Andaram a ver filmes a mais!