Juiz condena pais após um bebé ter morrido devido a uma dieta vegan!

Um juiz na Bélgica decidiu condenar um casal a seis meses de prisão, tudo após os ter considerado culpados pela morte do filho bebé de 7 meses, que supostamente faleceu após uma dieta vegan feita pelos pais.

Lucas pesava 4 quilogramas quando faleceu, sendo que estava pelo menos 3 quilos abaixo do normal, de acordo com os moldes do U.S. Centers for Disease Control and Prevention, uma organização que promove um estilo de vida saudável e métodos de prevenir doenças.

Mieke Butstraen, o juiz, sentenciou os pais da criança considerando-os culpados pela sua sua morte. O casal, que até tinha uma loja de comida saudável em Beveren, alimentava Lucas com leite vegetal à base de “carvalho, trigo, arroz e quinoa”, de acordo com o BBC.

Quando faleceu, os órgãos de Lucas tinham metade do tamanho considerado normal, sendo que o menino faleceu devido aos órgãos terem começado a falhar.

Os médicos acreditam que é difícil – mas não impossível – de alimentar um bebé de forma equilibrada de acordo com uma dieta vegetariana. A Dr. Lucy Chambers, da British Nutrition Foundation, afirmoa:

“É possível alimentar um bebé com uma dieta vegetariana mas é necessário planear cuidadosamente para ter a certeza de que o bebé recebe todos os nutrientes de que necessita. Os riscos de ele ficar em défice de nutrição é muito maior com uma dieta vegetariana. Mas é, de facto, possível alimentar um bebé de forma saudável e equilibrada com uma dieta vegan – é uma questão de estar muito bem informado”.

Este caso em específico foi controverso. Aparentemente, a mãe, Sandrina, não tinha leite materno para ele e o bebé rejeitou o leite artificial – assim, os pais presumiram que ele era intolerante à lactose.

Resumindo o caso, o juiz disse: “A morte foi resultado de uma oferta sistemática de comida que não era simplesmente a adequada. A sua saúde esteve seriamente em risco e ele eventualmente acabou por falecer”.