Jovem que tinha sintomas de uma simples ressaca acaba com as pernas amputadas!

Esta jovem universitária saiu a meio de uma aula porque estava com sintomas semelhantes aos de uma ressaca. Eventualmente, precisou mesmo de ser amputada às pernas apenas semanas depois!

Foi em 2015 que Charlotte Hannibal, com apenas 18 anos, ficou severamente doente com doença meningocócica de grupo W, em fevereiro desse mesmo ano.

Quanto à amputação, Charlotte – que tem agora 21 anos – perdeu, para além das pernas, praticamente a sua mão esquerda toda, bem como as pontas dos dedos da mão direita.

Charlotte, que se encontrava no primeiro ano a estudar na Universidade de Nottingham Trent quando recebeu o diagnóstico, disse ao The Mirror:

“Saí de uma das aulas com dores de cabeça, fadiga e dores de garganta; o semelhante a uma ressaca mázinha.

Mas 48 horas depois desses sintomas, estava no hospital e os doutores aperceberam-se de que o meu corpo se estava a desligar. Passei três meses no hospital…”

Charlotte continuou:

“Nessa altura, perdi parte da minha audição, os meus rins começaram a falhar e as minhas pernas foram ambas amputadas do joelho para baixo, bem como os meus dedos da mão esquerda.

Estou a fazer progressos todos os dias e pretendo voltar à universidade este ano. Antes de embarcarem para a universidade, os caloiros já estão a ser avisados pelas enfermeiras para serem vacinados para que se possam proteger contra a meningite.”

Os casos de meningite e envenenamento do sangue causados por uma estirpe altamente contagiosa da bactéria meningocócica do grupo W têm aumentado drasticamente.

A meningite pode ser fatal e, em caso de sobrevivência, pode deixar mazelas para toda a vida. Assim, é importante que a vacinação seja feita de forma devida. Com a saúde não se brinca…

Felizmente, e apesar de tudo, Charlotte sobreviveu.