Jim Carrey volta a provocar o caos em entrevista: o momento foi bastante incómodo de se ver

A mais recente atitude que Jim Carrey teve está a dar que falar. Ele continua a gerar um certo incómodo nas entrevistas, e desta vez foi no Norm MacDonald Live.

Com uma nova atitude satírica e de profundas confrontações, Jim, que passou um momento muito mau depois da morte da ex-namorada, continua a fazer comentários algo estranhos a quem o entrevista…

Ainda há uns tempos, durante um evento da New York Fashion Week, Jim foi entrevistado pela repórter Kad Sadler e terminou dizendo:

“Nada tem sentido. Quis encontrar a coisa mais sem sentido a que pudesse ir e aqui estou eu”.

Agora, Carrey foi ao programa de entrevistas ao vivo de Norm MacDonald e falou um pouco sobre tudo: de Trump, de alquimia, da sua carreira, de sexo e da sua nova atitude livre de egoísmo.

As afirmações por ele feitas foram, no mínimo, estranhas: “Não existo, não tenho necessidades, nem sequer estou aqui. Não preciso de ninguém nem sequer da aprovação dos meios de comunicação social”.

Com um estilo inigualável, ele começou a fazer macacadas durante a entrevista, mandando água para o ar, dizendo às pessoas para beberem da sua bebida e até arrancando as letras da decoração…

Também recordou os seus tempos de actor, nomeadamente a época em que participou num filme de Batman, explicando que na realidade o seu companheiro de crime, Tommy Lee Jones, lhe tinha dito que o odiava.

Eis a entrevista: