Iranianos beijam e lambem símbolos religiosos para mostrar que não temem o coronavírus

Iranianos beijam e lambem símbolos religiosos para mostrar que não temem o coronavírus

De momento, o Irão já regista mais de 10516 casos activos de infecção por coronavírus e 1135 mortes. Agora, estão a circular nas redes sociais imagens de fiéis iranianos a beijar símbolos religiosos para mostrar que não temem o surto que se tem alastrado por vários países.

O principal foco de coronavírus no Irão fica na região de Qom, onde há várias mesquitas xiitas. Assim, muitos líderes religiosos sauditas estão a limitar o acesso de fiéis a Meca, o local mais sagrado do Islão, mas os clérigos no Irãa não adoptaram a mesma medida restritiva para os locais sagrados no país.

Num vídeo partilhado recentemente, um fiel xiita na mesquita de Fatima Masumeh, em Qom, é visto a dizer: “Parem de assustar as pessoas com esse coronavírus”. Em seguida, ele ataca os que deixaram de ir ao templo por causa do coronavírus e beija e lambe o portão de entrada.

“Parem de brincar com a fé das pessoas. O coronavírus não é nada nas mesquita xiitas”, finalizou o homem. O melhor é veres por ti: