Imagens mostram uma diminuição surpreendente da poluição na China devido ao coronavírus



É sabido que o COVID-19 está a causar o pânico pelo mundo inteiro e as entidades competentes estão a fazer tudo o que é possível para minimizar os riscos de contágio e descobrir uma solução para o problema. E ainda que o cenário não seja animador, nem tudo é péssimo.

Aparentemente, e como no foco de maior contágio as pessoas têm estado fechadas de quarentena durante semanas e semanas, a poluição na área, que há cerca de um mês atingia níveis preocupantes, diminui drasticamente. A NASA e a Agência Espacial Europeia utilizaram satélites que monitorizam a poluição e a diferença de dióxido de nitrogénio na atmosfera no espaço de dois meses é gritante.

Confere:

O que dizer?