Homem sem braços “dá chinada” no próprio pai com uma tesoura, manuseando-a com os pés

Um homem sem braços respondeu mesmo perante a justiça depois de ter golpeado o próprio pai na barriga com uma tesoura, depois de ter aprendido a manuseá-la com os pés.

Rory O’Connor, de 23 anos de idade, passou-se e pegando na tesoura com o pé direito, espetou-a na barriga do pai em sua casa, em Cardiff.

O’Connor era conhecido pela sua perseverança e espírito de sacrifício por ter aprendido a fazer as suas tarefas do dia a dia com os pés, por ter nascido sem os dois braços. Acontece que o jovem, internacional pelo País de Gales em futebol e natação, começou a andar com uma tesoura para se proteger, por já ter sido ameaçado uma vez.

Consta-se que ele estava a discutir com o seu pai em casa e acabou por esfaqueá-lo na barriga com a arma que tinha. O pai dele precisou mesmo de ser operado depois do ataque mas em tribunal, defendeu-o e disse que a prioridade era o bem estar do filho e que não ia deixar de o apoiar nunca.

A verdade é que os pais do jovem demonstraram-se “preocupados e frustrados” acerca do facto de ele andar sempre armado e até foi esse o motivo da discussão que ele acabou por ter com o seu pai. Consta-se que o pai de Rory o encostou à parede e sentindo-se ameaçado, ele ripostou e acertou no abdómen do pai com a tesoura.

O pai do jovem precisou de intervenção médica, incluindo cirurgia. O jovem admitiu, posteriormente, que as suas acções foram mais imprudentes e inconsequentes do que intencionais. Ainda assim, para o pai dele, a “maior preocupação” era o bem estar e segurança do filho.

O’Connor não se vai livrar de 100 horas de trabalho comunitário, sendo que terá que frequentar um grupo de reabilitação.

Insólito.