Homem perdeu 58 milhões de dólares em Bitcoin porque o seu senhorio mandou os códigos de acesso para o lixo



As criptomoedas são uma forma moderna de proteger o dinheiro mas pelos vistos, nem a mais inovadora segurança digital pode compensar o descuido humano. Clifton Collins decidiu, a certo ponto da sua vida, começar um novo negócio, que de legal tinha pouco. Entre 2011 e 2012, este homem oriundo de Dublin, na Irlanda, cultivou e vendeu marijuana e com o dinheiro que ganhou, começou a comprar bitcoins…

Quando já tinha cerca de 6,000 unidades da criptomoeda, o valor da bitcoin disparou e em 2016, Clifton pensou que não era seguro ter todo o seu dinheiro numa única conta, pelo que criou outras doze e decidiu dividir a fortuna. Continuou com a actividade de traficante enquanto comprava bitcoins e a certo ponto, ocorreu-lhe que a melhor maneira de proteger o seu dinheiro era ao escrever os códigos das contas num pedaço de papel e escondê-lo dentro do cabo de uma cana de pesca. Um plano extremamente seguro, pensava ele.

Os anos passaram e este génio irlandês chegou a ter uma fortuna total de 58 milhões de bitcoins. Era rico mas continuava a traficar marijuana, sendo que foi mesmo detido pela polícia irlandesa em 2017, sendo que a sua sentença foram cinco anos de prisão.

Enquanto estava preso, o senhorio do apartamento onde ele residia decidiu desocupar o lugar para arrendá-lo a outra pessoa e assim, mandou tudo o que estava lá em casa para o lixo, incluindo a cana de pesca que continha todos os códigos de acesso às contas de Clifton. Assim, a chave para uma grande fortuna encontra-se perdida algures num caixote do lixo no Condado de Galway.

O pior? Mesmo que Collins recupere os códigos ao terminar a sua sentença, não poderá usar o seu dinheiro, porque as autoridades competentes constataram que a fortuna de Clifton teve origem em actividades ilegais…

O que dizer?