Homem leva com relâmpago em cima e fica com uma erecção permanente

Josh McDermott, de 22 anos, está com uma erecção há 17 semanas depois de ter sido tragicamente atingido por um relâmpago enquanto caminhava na rua, durante umas férias no México.

O jovem ficou com uma longa cicatriz ao longo do seu peito e abdómen, chegando mesmo aos genitais. Ele afirma: “senti o meu pénis a pegar fogo e até hoje permanece erecto”.

“Apesar de ter sido tudo muito rápido, segui o trovão a percorrer o meu corpo todo. Não estou a brincar, parecia que eu tinha um lightsaber a sair-me das calças por momentos”, completou.

Uma erecção permanente

O médico Allen Fitzgerald, que trabalha no Hospital Cambridge Memorial, afirma que o seu paciente sofre de uma rara forma de priapismo, uma condição onde o pénis permanece erecto e não retorna ao seu estado flácido:

“Uma erecção que dura semanas e semanas é algo raríssimo e pode mesmo vir a tornar-se uma condição permanente se não for tratado convenientemente”, disse.

Uma namorada feliz

Apesar dos eventos trágicos terem levado à hospitalização durante três dias de Josh e à sua enorme ciactriz permanente, a sua namorada brincou com a situação, falando das “vantagens” de uma condição assim:

“Nos primeiros dias, tive que me habituar. Era estranho estar em público com ele porque as pessoas, mais as mulheres, olhavam directamente para a erecção dele”.

“Agora, eu gosto da atenção. Faz-me sentir orgulhosa numa maneira estranha. Sempre soube que o meu namorado se sentia atraído por mim! Claro que também melhorou muito a nossa vida sexual. Antes tinha que fingir orgasmos e agora os papéis inverteram-se!”, completou, visivelmente satisfeita com a situação.

Cuidado com os relâmpagos…