Homem leva balázio no meio da testa e morre de COVID-19

Infelizmente, o coronavírus já provocou mais de duas centenas de mortos em Portugal e agora, falamos do caso muito caricato de um homem de 32 anos de idade que residia na Amadora e que acabou por falecer de COVID-19, doença provocada pelo vírus, depois de ter levado um tiro na cabeça.

Consta-se que entre uma rixa de gangues, sendo que o coronavírus não tem propriamente parado o crime, nem os intervenientes parecem respeitar de qualquer forma a quarentena, Alberto das Neves acabou por levar um tiro na cabeça depois de ter distribuído de forma errada os 15 quilos de couve coração de boi que tinha para vender, não tendo sido perdoado pelo barão, e também seu tio, Carlos das Neves.

Depois de ter sido baleado na cabeça, tendo quase morrido com a bala, consta-se que um morcego foi ao seu encontro, já quando ele estava estendido no chão, e espirrou de forma violenta para cima da sua cara.

Quando o INEM chegou, constatou que o homem acabou por falecer de coronavírus, apesar de ter uma bala enfiada no meio da testa.

RIP, Alberto.

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.