Homem decide velar o seu melhor amigo durante 7 dias para ver se ele ressuscitava

A perda de um amigo pode ser realmente complicada de superar e para muitas pessoas, uma vida inteira não chega para sarar a ferida por completo. Hoje, vamos falar do caso de Diego, que com 24 anos de idade, perdeu tragicamente o seu amigo Sinai e não conformado, pediu à sua família autorização para poder velar o corpo. Foi aí que o insólito aconteceu…

Diego já conhecia o seu amigo desde os três anos de idade e este faleceu tragicamente num acidente de viação numa perigosa autoestrada no México. Diego não conseguiu cair na realidade para perceber que havia ficado sem aquele que era, possivelmente, o seu melhor amigo.

Assim, e em conjunto com a mãe de Sinai, decidiram que iam velar o corpo dele durante 7 dias consecutivos, para ver se ele ressuscitava, num ato de completo desespero.

A verdade é que tiveram de ser amigos e familiares a explicar-lhes que não era por ele estar uma semana a ser velado que ia acabar por ressuscitar mas a irracionalidade falou mais alto.

Eventualmente, a mãe de Sinai caiu na realidade e acabaram por proceder ao funeral do jovem. Quanto a Diego, bem, não aguentou a dor e acabou por se suicidar pouco tempo depois.

RIP.