Este homem foi criado por lobos e reinserido na sociedade: hoje, diz sentir-se decepcionado com os humanos

Marcos Rodriguez Pantoja foi totalmente criado por lobos até aos 19 anos de idade. Hoje, com 72 anos, disse que os humanos o decepcionaram e que a melhor razão para estar inserido na nossa sociedade são mesmo as mulheres.

Rodríguez viveu com lobos nas montanhas de Sierra Montana desde os 7 anos e comunicava com grunhidos: dormia em grutas com outros animais como morcegos ou até serpentes.

Hoje, tem 72 anos de idade e vive no norte de Espanha, bem próximo da fronteira com Portugal. Ele disse ao diário El País que em geral estava decepcionado com os humanos que, de acordo com ele, tiraram toda a sua inocência desde que ele foi encontrado pela polícia no ano de 1965.

Desde que foi encontrado que a sua vida foi completamente alterada. Ele foi reinserido na sociedade e afirma ter sido enganado, estafado e explorado pelos seus patrões ao longo da sua vida…

A mãe dele morreu quando ele era muito pequeno e o seu pai abusava dele. Assim, ele acabou por ir viver com um pastor de cabras com 6/7 anos de idade e quando o pastor faleceu, em vez de regressar à vida citadina decidiu ser adoptado por lobos:

“Os animais guiavam-me e mostravam-me o que comer. O que eles comiam, eu comia. Os javalis comem tubérculos enterrados no solo. Às vezes, via-os em busca deles, atirava-lhes pedras para os espantar e roubava a comida para mim”, explicou ao BBC.

“Quando saí daquela vida, a primeira coisa que me disseram foi que devia ir para a escola para aprender a falar e a comportar-me neste mundo. Qual era o ponto de fazer a primeira comunhão e do serviço militar? Aprender a matar pessoas?”

Ele concluiu dizendo que estava muito desiludido com o ser humano.

Que história de vida…