Homem com cancro morre de COVID-19 depois de ter tido aos médicos para “salvarem outra pessoa”

Um homem que lutou contra a leucemia durante dois anos, faleceu com o coronavírus depois de ter dito aos médicos para “salvarem a vida de outra pessoa”. Liam Downing tinha feito 30 anos poucos dias antes de ter contraído COVID-19 e infelizmente, disseram-lhe que mais nada podia ser feito na sua luta contra o cancro. Eventualmente, no dia 27 de março, Liam, que trabalhava com DJ, acabou por falecer com a COVID-19…

A irmã de Liam, Laura, prestou um tributo ao seu irmão, que num ato de altruísmo, colocou as necessidades de outros pacientes antes da sua própria vida:

“No dia 19 de março, recebemos a notícia devastadora de que não havia mais nada que os médicos pudessem fazer para curar o cancro de Liam e depois disso, soubemos que ele tinha testado positivo para a COVID-19. Tudo isto teve um impacto devastador no Liam e na nossa família. Ele isolou-se de toda a gente que conhecia e ficou sem poder ver a família devido ao risco de contágio do vírus.

No dia 21 de março, Liam falou com um médico para saber quais as opções em cima da mesa. No fim, Liam tomou a nobre decisão de não aceitar mais medicação e pediu apenas um final de vida confortável. Tudo isto foi um grande choque para a família e amigos, mas era o desejo de Liam. Ele lutou o máximo que conseguiu contra a leucemia e não queria gastar mais dinheiro do SNS, tendo dito: ‘Salvem antes a vida de outra pessoa’”.

RIP, Liam.