Homem casa-se com o seu computador e quer que reconheçam o matrimónio legalmente!

A orientação sexual de cada pessoa pode e deve ser aceite e respeitada. No entanto, quando este homem que vive em Alabama se vira contra o estado por este não reconhecer o seu matrimónio com um computador, as coisas tornaram-se muito estranhas!

A verdade é que temos que ser honestos e assumir que muitos de nós temos apego por alguns dispositivos electrónicos. Há quem adore as consolas de jogos, outros são mais colados ao telemóvel. Mas este caso foi o extremo…

Por muito que gostes do teu computador portátil, eras capaz de te casar com ele? Bem, Chris Sevier não teve a menor dúvida.

Ele disse que se casou no Novo México com o seu computador portátil e houve mesmo jura de amor eterno, algo como: “prometo amar-te e respeitar-te até que a tua bateria nos separes ou tenha que te formatar”.

Sevier assume-se como um “mecanosexual”, alguém que sente atracção por computadores. Depois de se casar, Sevier pediu mesmo ao estado do Alabama que reconhecesse legalmente a sua união com o seu computador portátil.

O argumento utilizado por ele foi: “se os casais homossexuais se podem casar, porque é que eu não me posso casar com o meu portátil?”

O caso de Chris com a sua “esposa” constitui um dos casos mais estranhos de sempre no que a matrimónio diz respeito…