Fotos perturbadoras mostram o quarto de hotel de Chris Cornell depois de ele ter cometido suicídio!

Quando a polícia chegou ao quarto de hotel de Chris Cornell, encontraram as suas receitas médicas, todos os seus pertences e até os equipamentos que ele utilizou para cometer suicídio.

O vocalista dos Soundgarden e dos Audioslave foi encontrado morto no MGM Grand em Detroit, pouco tempo depois de ter dado um espectáculo na sua cidade, no dia 18 de maio.

Chris era um pioneira dentro do género do grunge e é visto como uma das melhores vozes da indústria. A sua morte foi repentina e nada esperada, sendo que Cornell faleceu com 52 anos de idade.

O departamento policial de Detroid mostrou assim fotografias do quarto de hotel do cantor durante a investigação.

Existiam frascos prescritos na mesa de cabeceira, uma das guitarras de Chris estava em cima de uma cadeira e os seus óculos de sol estavam em cima da cama.

De acordo com o que é noticiado, Vicky, a mulher do cantor, pediu ao guarda-costas de Chris que fosse ao quarto dele – quarto 1136 – para ir ver dele “porque ele não parecia estar bem”.

Martin, o guarda-costas, não conseguiu entrar, uma vez que a porta estava trancada, por isso ele abriu a porta com um pontapé, tendo de seguida arrombado a porta do seu quarto.

De acordo com o depoimento que ele deu à polícia: “Entrei e a porta da casa de banho estava parcialmente aberta, e eu podia ver os pés dele.”

De acordo com o Pitchfork, a família de Cornell lançou um comunicado a questionar os motivos que levaram a que o cantor se suicidasse:

“A família acredita que se Chris tirou a própria vida, era porque não sabia o que estava a fazer e que drogas ou outras substâncias podem ter afectado as suas acções.

Sem os resultados dos testes toxicológicos, não conseguimos saber o que se passava com ele ou se algum tipo de substância realmente contribuiu para o seu suicídio.

A família disse que Cornell talvez estivesse a tomar Ativan, uma droga prescrita contra a ansiedade, acima da dosagem recomendada.”

Foram muitos os músicos, amigos, família e fãs presentes no Hollywood Forever Cemetery no funeral de Chris Cornell, no dia 26 de maio.

Na sua lápide, lê-se: “Voz de uma geração e um artista intemporal”.

RIP, Chris Cornell.