Ford Pantera: o automóvel que combina a elegância italiana com o “muscle” americano num clássico dos anos 70

Se gostas dos desportivos do estilo americano e tens meio milhão de euros pronto para desembolsar, a tua opção seria um GT, que é um dos favoritos de todos:

BETANO OFERTA 5€ GRÁTIS

Mas para além de todo o “muscle” existente num automóvel deste tipo, se quiseres algo elegante como um veículo italiano, então a resposta é um Pantera 70…

Alejandro de Tomaso, um fabricante argentino de automóveis, com sede em Itália, fechou acordo com a Ford e apresentou-lhes o seu protótipo.

A Ford rapidamente ficou encantada com o Pantera e, assim, compraram uma boa parte das suas acções, fabricaram os motores e encarregaram-se da distribuição.

Tem um motor V8 de grande potência, pois a ideia original da Ford era de lançar um desportivo que competisse com o Chevrolet Corvette da General Motors, mas mais económico.

O Pantera foi lançado em Modena, Itália, no ano de 1970. Desde essa altura que se tornou num verdadeiro êxito, com a sua tracção traseira e com motor ao centro.

Desde os anos 60 que Henry Ford II havia lançado o GT40 para competir com a Ferrari mas “queria algo mais italiano”. Foi então nos anos 70 que fechou negócio com De Tomaso para lançar o Pantera, cuja concepção ficou a cargo de Tom Tjaarda e Giampaolo Dallara, que também criaram o Lamborghini Miura.

Em 1974, rompeu-se o acordo com a Ford mas o Pantera continuou a ser comercializado até ao ano de 1991. No total, venderam-se 7,260 unidades do automóvel nos seus 20 anos de existência! Um êxito…