Família de Chris Cornell pensa saber o porquê de ele se ter suicidado!

Foi esta semana que o mundo ficou abalado com a perda do vocalista dos Soundgarden e dos Audioslave, Chris Cornell.

O cantor foi encontrado morto no seu quarto de hotel em Detroit e os médicos já alegaram que se tratou de um suicídio. Ainda assim, a família do música pensa que ainda existe outra razão para a sua morte, razão essa que ainda não foi mencionada pela imprensa.

De acordo com a Pitchfork, a família de Cornell lançou um comunicado a questionar os motivos que levaram a que a rock star tivesse tirado a sua própria vida…

Nesse comunicado, lê-se:

“A família acredita que se Chris se suicidou, ele não sabia o que estava a fazer e talvez drogas ou outras substância possam ter afectado e influenciado as suas acções.

Sem os resultados dos testes toxicológicos, não sabemos totalmente o que se passava com ele, nem se algum tipo de substância fez com que ele perdesse a lucidez e fizesse uma coisa destas”.

A família disse que Cornell pode ter estado a tomar medicamentos para a ansiedade, uma droga chamada Ativan, e que talvez a tivesse consumido acima da dose recomendada pelos médicos.

“Há fontes médicas que indicam que o Ativan pode causar paranóia, enrolar da língua ou pensamentos suicidas, bem como alguma falta de julgamento”.

No seu próprio comunicado, Vicky, a mulher do músico, revela que Chris estava com o discurso imperceptível e a enrolar a língua enquanto falava na noite em que morreu – um dos supostos efeitos secundários do Ativan.

A família espera agora mais alguma informação em relação aos testes toxicológicos…

RIP Chris.