Estudo comprova que as mulheres ruivas têm poderes especiais

Não há dúvida de que as mulheres ruivas são fantásticas. Primeiro de tudo são mais incomuns do que as morenas ou as loiras e a verdade é que conseguem ser muito desejadas por todo o tipo de público.

Ainda que seja difícil de acreditar, descobriu-se mesmo que este tipo de pessoa é único e que as ruivas têm mesmo certos poderes que as tornam especiais…

A belíssima escritora ruiva, Erin La Rosa, no seu livro The Big Redhead Book: Inside the Secret Society of Red Hair revelou um monte de factos interessantes sobre o tema. Para começar, ela refere-se às ruivas como os unicórnios do mundo humano.

No livro, pode ler-se: “Pensem, somos raros (2% da população mundial), somos belos e temos a capacidade de voar…”

Erin pensa que a natureza especial das ruivas é algo realmente profundo. Para além disso, estudos já demonstraram que estes seres humanos têm uma capacidade maior para tolerar a dor, graças à mutação do gene MC1R, responsável por lhes atribuir aquela cor tão característica.

Um estudo realizado na Universidade McGill em 2003 demonstrou que as mulheres ruivas podem tolerar 25% mais de dor do que aquelas com outras cores de cabelo.

Por outro lado, também a Universidade de Louisville descobriu que é necessário 20% mais de anestesia geral para colocar uma pessoa ruiva a dormir e que uma morena precisa de uma injecção de procaína para que o dentista faça o seu trabalho, enquanto que uma ruiva precisa de duas ou três!

Isto significa que a mutação das ruivas lhes atribui mais força, tornando-as umas espécie de super-humanas…

O melhor de tudo, e para benefício de quem convive com elas, é que aparentemente as ruivas são mais divertidas.

De acordo com o professor Andrew Stott, que leccionava história da comédia na Universidade de Buffalo, no século XIX eram utilizadas perucas ruivas porque era a cor elegida para se destacar nos grandes teatros.

Ruivas for the win!