Esta fazenda vertical pode alimentar uma cidade inteira!

Todos os anos, a revista de projectores eVolo lança uma convocatória para premiar os conceitos de arranha-céus mais inovadores do ano.

Na edição deste ano, os vencedores foram os arquitectos polacos Pawel Lipiński e Mateusz Frankowski, com o seu projecto Mashambas skyscraper, uma torre que promete alimentar, educar e dar trabalho a uma cidade africana inteira.

Mas como é que este projecto vai acabar com a pobreza de uma cidade?

Pois bem, o projecto deste arranha-céus consiste em uma espécie de fazenda vertical: uma torre em que os pisos mais altos terão espaço dedicado ao cultivo e à produção, sendo que os outros pisos terão salas de aula, consultórios médicos e inclusive um porto para drones, que se encarregarão de transportar comida aos locais mais difíceis de alcançar.

No primeiro piso, será colocado um mercado ao ar livre onde os agricultores poderão vender os seus produtos. Genial!

Outra das inovações deste projecto é o facto de esta ser movível, sendo que há partes deste arranha-céus que serão peças modulares e que, a determinado momento, podem ser desmontadas para ser levadas para outros locais.

O objectivo do projecto é, essencialmente, ajudar: dar treino, fertilizantes e nutrientes a pequenas comunidades de agricultores para que estes produzam como as grandes fazendas modernas.

Outro dos objectivos é educar a comunidade para que estes se tornem autossuficientes. No fim de tudo, quando o povo tiver educado e treinado para viver assim, esta espécie de torre educativa será transportada para outro lugar, para que possa continuar a ajudar outras pessoas.

O Mashambas skyscraper é um gerador de oportunidades e uma verdadeira revolução em algumas zonas de África, uma vez que aumentará a produção e tentará, por conseguinte, erradicar a pobreza e a fome em algumas comunidades.

Apesar de ainda ser um conceito, é muito, muito prometedor!