Enfermeira rouba cartão de crédito de paciente a morrer de coronavírus, faz compras e põe gasolina no carro

Uma enfermeira de 43 anos de idade foi presa depois de ter furtado o cartão de crédito de um paciente que estava em estado grave por causa do coronavírus. No início de abril, Danielle Conti estava a fazer a ronda diária na Staten Island University Hospital North, em Nova Iorque, quando decidiu tirar vantagem de Anthony Catapano, um viúvo de 70 anos que estava ligado a um respirador.

O paciente viria a morrer em 12 de abril. Três dias antes, Danielle, que foi acusada na quinta-feira, dia 7 de maio, utilizou o cartão de Anthony para colocar gasolina no seu carro e fazer compras num supermercado, de acordo com o que reportou o NY Daily News. “Não acredito que alguém possa ter feito isto com alguém que lutava pela vida”, disse Tara Catapano, filha do paciente falecido. “Ela é um ser humano desprezível”, acrescentou.

Bizarro.