Eis a fortuna que o exército americano gasta anualmente em viagra…

Em notícias recentes, Donald Trump fez algumas declarações sobre o quão dispendioso fica a atenção médica para os transsexuais do exército. A verdade é que esta malta não é a que dá mais despesas, se formos a ver o dinheiro gasto pelo exército americano anualmente em…viagra!

Todos os anos, o exército americano gasta cerca de 84 milhões de dólares em medicamentos contra a disfunção eréctil, de acordo com o que reporta o Washington Post.

Os dados são de 2015 e comprovam que desde 2011 que se gastaram mais de 294 milhões de dólares em medicamentos como Viagra, Cialis e Levitra.

Isto equivale a quatro F-35 fighters para a Força Aérea. Destes comprimidos, não só beneficiam os soldados e veteranos como também todas as suas famílias.

Durante o ano de 2014, foram prescritas cerca de 1.18 milhões de receitas para a disfunção eréctil, para veteranos e trabalhadores do exército. Cerca de 900 mil delas eram precisamente para viagra.

De acordo com um estudo publicado pela Medicina Sexual, no ano de 2015, os homens veteranos sofrem uma desordem pós-traumática a esse nível após regressarem dos campos de batalha, pelo que são os mais propensos a reportar problemas na vida sexual, principalmente disfunção eréctil.

Mais de 85% dos veteranos de combate que têm esse stress pós-traumático também referiram ter um problema em levantar o dito cujo.

Na verdade, em 2014 registaram-se mais de 100 mil casos de disfunção eréctil entre membros das forças armadas e, surpreendentemente, este número tem aumentado ano após ano.

A guerra não perdoa…