Doméstica morre com um pepino na vagina e o seu patrão é indiciado por homicídio

Constancia Layo Dayag era empregada doméstica e aos 47 anos de idade, foi encontrada morta na residência onde trabalhava, no Kuwait, com um pepino enfiado na sua vagina. A polícia acabou por prender o patrão dela, sendo que o mesmo foi acusado de homicídio…

De acordo com o que reporta o Business Mirror, o vegetal foi inserido com tanta força na vagina da mulher que provocou uma hemorragia fatal a Constancia. A morte dela é mais um triste episódio de violência contra empregados filipinos no Kuwait, sendo que a relação atual entre os governos do Kuwait e das Filipinas vive momentos de grande tensão…

Um dos casos de maior repercussão foi o de Joanna Demafelis, de 29 anos. O corpo dela foi encontrado numa arca frigorífica na casa dos patrões um ano após ser dada como desaparecida.

Muito triste.