Documentos mostram quanto ganham os soldados do Estado Islâmico pelos seus crimes!

Em 2014, os soldados estrangeiros do conhecido Estado Islâmico ganhavam cerca de 1,100€ por mês, para além de lhes ser concedida uma casa, um carro, uma mulher e combustível. Os soldados locais ganhavam cerca de metade desse valor.

Há três anos atrás, o ISIS tinha uma série de campos de petróleo e conseguiam fazer uma pipa de massa ao vendê-lo para os países vizinhos.

Agora, os salários dos “trabalhadores” estão significativamente mais baixos devido à quantidade de atentados e bombas que assolaram os terrenos deles.

Um novo documento foi encontrado pela Polícia Federal do Iraque, a oeste de Mosul, e revelou quanto é que os soldados do Estado Islâmico recebem, dependendo da situação das suas famílias…

Enquanto o Estado Islâmico continua a ser bombardeado no Médio Oriente, os militantes individuais ganham cerca de 62€ por mês, enquanto que outros – pais de três filhos casados, conhecidos por Abu Jana, ganham cerca de 160€ por mês.

Até os líderes do grupo colocam pouco dinheiro ao bolso – pouco mais de 400€ por mês, tudo devido aos ataques constantes por parte de outros países.

A presença do Daesh no Médio Oriente parece estar a ser cada vez menos notada – provavelmente porque eles, alegadamente, perderam um dos seus grandes líderes em Mosul, há apenas duas semanas atrás.

No entanto, a ideologia deles de fazer ataques a pontos importantes da Europa Ocidental continuam a ser uma preocupação e um perigo iminente, sendo que é aí que surge a questão: como destruir uma ideologia?!