Dançarina do ventre famosa é presa por “imoralidade” depois de ter publicado selfies e vídeos seus

Uma famosa dançarina do ventro egípcia foi presa acusada de “imoralidade”, depois de ter publicado nas suas redes sociais selfies e vídeos considerados “inapropriados e vulgares” pelas autoridades do Egito.

A denúncia contra Sama el-Masry, de 42 anos, foi feita por várias pessoas, incluindo a apresentadora de TV Reham Saeed, com quem a dançarina já tinha tido problemas. A promotoria pública pediu imediatamente a prisão da dançarina, de acordo com o que reportou o Egypt Today.

De acordo com a Promotoria, o material na internet “ultrapassa os limites da liberdade de expressão”. Para além das fotografias publicadasnas suas redes, outras imagens de Sama tornaram-se virais na internet. Ainda assim, a dançarina afirma que algumas fotos e alguns vídeos foram feitos para uso privado e que acabaram por se tornar públicos depois de o seu telemóvel ter sido roubado, em junho de 2019.

Que situação…