Conhece 15 gestos que deves evitar fazer no estrangeiro se quiseres chegar vivo a casa…

Imaginas que saudares alguém com uma mão, deixares gorjeta ou abrires os presentes assim que os recebes podem ser mesmo gestos ofensivos em algumas partes do mundo? Ainda que te possa parecer muito estranho por não estares habituado, alguns lugares do mundo têm costumes e tradições tão diferentes que há coisas muito simples aos teus olhos que podem ser insultos graves…

Assim, se quiseres sobreviver no estrangeiro, conhece 15 gestos que deves evitar fazer, a todo o custo, quando estiveres fora de portas:

1. Deixar gorjeta – JAPÃO

Em alguns países, a gorjeta é opcional mas em sítios como os Estados Unidos da América, é obrigatória. Curiosamente, no Japão é precisamente o contrário: o gesto é visto como uma ofensa sendo que nos restaurantes os trabalhadores têm que atender os clientes sempre com os padrões de qualidade elevados, isto sem receberem nenhum tipo de incentivo extra.

2. Abrir presentes à frente dos outros – ÁSIA

Em algumas regiões asiáticas, abrir um presente em frente aos convidados não é um gesto muito bem visto. O melhor a fazer é abrires as prendas que te foram dadas quando estiveres sozinho, pois assim demonstrar que não estás ansioso por saber o que te deram e evitas ofender aqueles cujo presente podia ser considerado de pouco valor.

3. Brindar a chocar os copos – BUDAPESTE, HUNGRIA

O brinde é comum em todos os cantos do mundo mas em Budapeste é algo diferente. Por lá, brindar a chocar os copos recorda a derrota da Hungria frente aos austríacos durante a Revolução Húngara em 1848 onde, para celebrar, os vencedores fizeram um brinde a chocar ligeiramente os seus copos…

4. Fazer contacto visual – ÁSIA

Olhar nos olhos quando se fala com uma pessoa é sinal de respeito e de atenção mas em algumas zonas da Ásia, de África e até da América Latina, o contacto visual persistente pode ser visto como um símbolo de confronto e de ameaça.

5. Cumprimentar com apenas um mão – COREIA DO SUL

Na Coreia do Sul, saudar alguém com uma só mão é considerado uma ofensa, pois os seus costumes dizem que um cumprimento conveniente é quando se aperta a mão com a direita e se toca no ombro com a esquerda. Não o fazer é considerado ofensivo.

6. Limpar o prato – CHINA

Na China, não deixar um pouco de comida no prato no final da refeição é visto como uma ofensa, pois dá a entender que o anfitrião não deu a quantidade de comida suficiente aos seus convidados. Assim, deixar um pouco no final da refeição traduz-se como um sinal de respeito.

7. Conversar à mesa – FINLÂNDIA

Em muitas partes do mundo, conversar durante as refeições é algo perfeitamente trivial mas o silêncio é uma regra de ouro em algumas partes da Finlândia e até em alguns países da Ásia e de África. Supostamente, nestes locais, as pessoas devem ingerir os seus alimentos sem falarem como forma de agradecimento.

8. Ser pontual – ARGENTINA

O paraíso para muita gente, não é? Na Argentina, nunca se devem cumprir os horários à risca, sendo que é considerado educado chegar um pouco depois da hora a eventos planeados ou até reuniões.

9. Fazer elogios – PAÍSES ÁRABES E AFRICANOS

A norma nestes países diz que se um convidado elogia algum objecto da tua casa, estás no teu direito de rejeitar esse mesmo elogio…

10. Sorrir a estranhos – RÚSSIA

Na Rússia, o sorriso faz-se com os lábios, isto é, sem mostrar os dentes. A cultura do país acha que sorrir a mostrar os dentes é considerado desagradável e vulgar. Assim, se fores para as terras frias da Rússia, já sabes: nada de sorrisos a mostrar a dentadura, só lábios.

11. Saudar amigos do namorado/esposo – ARÁBIA SAUDITA

Na Arábia Saudita, a mulher deve evitar, a todo o custo, saudar amigos do marido quando este não se encontra presente. Para além de uma grave falta de respeito, a mulher pode mesmo ser castigada e em alguns casos pode mesmo ser presa.

12. Comer esparguete sem fazer barulho – JAPÃO

Para os japoneses, comer massa a fazer barulhos com a boca é um sinal de agradecimento.

13. Não arrotar depois de comer – ÁSIA E MÉDIO ORIENTE

Em alguns locais da Ásia e do Médio Oriente, o estigma pelos arrotos não existe e fazê-lo é mesmo uma forma de demonstrar que apreciaste a refeição. Assim, evitares um arroto pode ser considerado uma ofensa para a pessoa que confeccionou a refeição em questão.

14. Dar flores em número par – RÚSSIA

Se vais comprar flores na Rússia, assegura-te que não as compras em número par pois isto pode ser muito mal visto. Para além disso, segundo os habitantes, o número par está destinado apenas para os funerais. De igual forma, dar flores em número par a alguém hospitalizado também pode ser mal visto, porque pode estar associado à morte.

15. Oferecer relógios – CHINA

Na China, os relógios simbolizam a morte e por isso é considerado um acto grosseiro o de oferecer um a alguém. Muita atenção!