Cientistas estão esperançosos em descobrir segredo acerca do suposto 8º. continente da Terra

A Zelândia costumava ser um dos continentes do nosso planeta antes de se separar da Austrália há cerca de 60-85 milhões de anos atrás. Também esteve colado à Antárctica mas acabou por se separar da mesma uns milhões de ano mais cedo.

Cerca de 93% do continente encontra-se debaixo de água, no entanto os 7% que restam compõem a Nova Zelândia e a Nova Caledónia. Agora, pela primeira vez, um grupo de 32 cientistas de 12 países diferentes estão a tentar voltar atrás na história do continente submerso para obter algumas respostas.

Assim, a equipa embarcou numa viagem de 9 semanas e colectou cerca de 2,500 metros de exemplares de rochas e de sedimentos. A equipa espera descobrir como é que a geologia, o vulcanismo e as alterações climatéricas levaram ao afundamento da Zelândia.

O cientista e co-chefe da expedição Gerald Dickens, da Universidade de Rice, disse: “Mais de 8,000 espécimes foram estudadas e foram identificadas centenas de espécies fósseis. A descoberta de conchas microscópicas de organismos que viveram em oceanos quentes e de esporos das plantas revelam que a geografia e clima da Zelândia foi dramaticamente diferente no passado”.

O grupo disse que estas descobertas também ajudam a explicar como e porque é que algumas plantas e animais existem quer na Nova Zelândia, quer na Nova Caledónia.

No início do ano, houve mesmo quem estivesse a reconhecer a Zelândia como o oitavo continente da Terra. Um artigo publicado no Geological Society of America’s Journal afirmou que a massa da terra (independentemente de estar submersa ou não) é 2/3 do tamanho da Austrália.

Os autores da pesquisa disseram que a Zelândia assegurava uma série de critérios que o podiam reconhecer enquanto continente. Isto inclui a elevação acima do oceano, a ampla gama a nível geológico, uma área muito bem definida e uma crosta mais grossa do que o piso oceânico regular.

Tecnicamente eles não estão errados, sendo que de acordo com o Glossário da Geologia, a Zelândia parece encaixar na descrição. A verdade é que a sua admissão como um 8º. continente faria com que todos os livros de aprendizagem tivessem que ser alterados. Mas já vimos isto antes – lembram-se quando Plutão foi eliminado da lista de planetas do nosso Sistema Solar?