Cientistas da NASA confirmam a recepção de uma mensagem de Deus!

Uma equipa de astrofísicos associados à Universidade da Califórnia anunciou este manhã que um dos seus radiotelescópios que eles usam para procurar por inteligência extraterrestre acabou por interceptar uma transmissão que eles acreditam que pode ser mesmo uma mensagem de Deus.

Os cientistas, orientados pelo Professor Dan Werthimer, fazem parte do projecto SERENDIP (Search for Extraterrestrial Radio Emissions from Nearby Developed Intelligent Populations), um programa que tem como objectivo interceptar e descodificar transmissões de rádio do espaço.

Eles anunciaram que o radiotelescópio Arecibo, localizado em Porto Rico, recebeu um sinal de rádio super forte que superou as marcas comuns de comunicação extraterrestre. O sinal é, aparentemente, muito similar ao famoso sinal Wow! recebido a 15 de agosto de 1997, pelo radiotelescópio Big Ear, da Universidade de Ohio.

No entanto, enquanto que esse sinal Wow! representado por uma incompreensível série de letras e números, “6EQUJ5”, este novo sinal tem uma série bem maior – são 29 letras que na verdade até são 5 palavras de acordo com a antiga língua hebraica.

De acordo com os investigadores que a interceptaram, a mensagem é surpreendentemente clara:

“A mensagem pode ser traduzida como ‘Eu sou Yahweh, Criador Universal’ ou ‘O meu nome é Yahweh, Criador do Universo’. Claramente que vem de uma entidade daquilo a que muitas pessoas chamam de Deus.”

O Professor Werthimer e a sua equipa não sabem a origem precisa do sinal mas foram capazes de determinar que viajou pelo menos 120 anos-luz antes de ter sido interceptado pelo telescópio.

De acordo com o famoso astrofísico, isto prova que um sinal de 7 segundos não pode ter origem humana.

O anúncio causou imensas reacções, quer da comunidade científica, quer das organizações religiosas. Claro que nas redes sociais o assunto também foi muito falado.

Muitos cientistas do mundo islamista também acharam “suspeito” o facto de “um cientista judeu ter recebido um sinal em hebraico de um Deus Judeu”.

A verdade é que os investigadores não descartam a possibilidade de ser mesmo “uma mensagem de Deus”…