Foram captados leões homossexuais no Quénia e as autoridades acreditam que eles necessitam de terapia…

Dois leões no Quénia foram fotografados numa relação homossexual há umas semanas, causando o verdadeiro caos entre alguns humanos.

Assim, as autoridades do país explicaram que os felinos estavam a ter uma relação homossexual porque viram homens gays a fazer o mesmo e concluíram dizendo que os animais precisavam mesmo de receber terapia…

O fotógrafo Paul Goldstein, de Londres, tirou a fotografia depois de ter visto os carinhosos leões em busca de um sítio acolhedor para estarem a sós em Masai Kara, no Quénia. A foto deu a volta ao mundo e no Quénia as pessoas ficaram escandalizadas: algumas disseram que os animais estavam possuídos pelo Diabo…

Eis o que disse o fotógrafo:

“O que se passou foi memorável. Já tinha ouvido falar disto no Botswana e em parques de safari e até jardins zoológicos, mas os animais enjaulados fazem coisas raras. Isto foi impactante.

Quando os leões se aconchegaram, estiveram ali mais de um minuto e o afecto entre eles era muito”.

De acordo com alguns estudos, 8% dos animais homossexuais são mesmo leões. Alguns biólogos já observaram relações do mesmo sexo em mais de 450 espécies, incluindo flamingos, bisontes, escaravelhos e javalis.

Da sua parte, as autoridades quenianas responderam assegurando que os leões machos fotografados seguramente estavam assim porque viram homens gays a fazer o mesmo e afirmam também que os felinos deviam ser separados. Ezekial Mutua, “polícia moral” do país, vai mais longe e afirma que os animais deviam receber terapia.

Mutua é uma figura no Quénia e é conhecido como o “polícia moral” do país, muito devido às suas declarações controversas e conservadoras. Ele também proibiu filmes e caricaturas homossexuais porque acredita que “glorificam” esses relacionamentos.

Em pleno século XXI, imagine-se. O que achas do assunto?