Calcio Storico: o desporto mais sangrento alguma vez criado, com direito a massacres e a 54 jogadores!

Quando falamos de desportos em Itália, pensamos instantaneamente em algumas lendas do mundo do futebol: nomes como Paolo Maldini, Gianluigi Buffon ou Francesco Totti são alguns dos mais sonantes.

Mas há toda uma outra série de heróis que praticam um desporto completamente diferente, algo mesmo fora da caixa. Envolve sangue…

Não é nenhum desporto conhecido ou que praticavas nos teus tempos de escola, em Educação Física. É bárbaro, violento, e chama-se Calcio Storico.

Se és alguém interessado em futebol italiano, saberás que calcio traduzido para português é futebol, o que te podia levar a pensar que este desporto era idêntico ao futebol. Errado. Esta modalidade já vem desde o século XVI e teve origem na cidade de Florença. As regras são estranhas mas não existem muitas, na verdade.

Os jogos têm 50 minutos e cada equipa conta com 27 jogadores: 4 guarda-redes, 8 defesas e 15 atacantes.

Quando o jogo começa, dá-se uma autêntica rixa entre os 30 atacantes em jogo. O objectivo é incapacitar o adversário de qualquer maneira para que possam colocar a bola na baliza adversária.

Vale tudo: golpes, cabeçadas, pontapés e até estrangulamento. Só não vale usar protecções ou capacetes! Já se reportaram muitas mortes devido à prática do jogo.

Quem meter mais bolas na baliza, ganha. Antes, os vencedores eram premiados com uma vaca mas hoje em dia as coisas estão um bocadinho diferentes. Eis a seguir a vida de um jogador de Calcio Storico, documentada no Youtube:

Arriscavas-te a entrar num joguinho?