Caçadores matam girafa branca e a sua cria no Quénia, as únicas da sua espécie



Muitos animais em vias de extinção estão a ser resguardados nas suas reservas naturais para garantir a preservação da sua espécie e bem, muitos outros vivem na natureza, como devia ser. A verdade é que neste último cenário, as espécies ficam mais em risco devido à caça ilegal.

Agora, um grupo de caçadores furtivos matou uma espécie única no Quénia e no mundo inteiro: os guardas da Comunidade Ishaqbini Hirola constataram que descobriram os cadáveres de uma girafa branca e da sua cria numa aldeia no condado de Garissa, no Quénia…

Esta espécie tão singular causou sensação ao aparecer pela primeira vez em 2017. Infelizmente, os caçadores responsáveis pela sua morte não foram identificados, e os motivos que os levaram a fazer isto também são portanto desconhecidos.

O gerente da reserva Ishaqbini Hirola, Mohammed Ahmednoor, disse em comunicado: “Este é um dia muito triste para a nossa comunidade, dado que éramos a única comunidade no mundo inteiro a ter a girafa branca”. E que bela que ela era…

Muito triste. Quando é que vamos perceber que somos a verdadeira causa deste problema?