Aluno é suspenso da escola por vender jactos de gel desinfectante contra o coronavírus

Aluno é suspenso da escola por vender jactos de gel desinfectante contra o coronavírus

Um aluno de 13 anos de idade foi suspenso de uma escola em Leeds, Inglaterra, depois de ter vendido aos seus colegas da Dixon’s Unity Academy jaftos de gel desinfectante por 50 centavos de libras, tudo graças ao COVID-19.

Inicialmente, Oliver Cooper cedeu gratuitamente o seu gel a alguns amigos durante o recreio. Porém, eles convenceram-no a facturar com o desinfectante e à pala disso, ele ainda fez uns bons trocos. Os negócios só terminaram quando Oliver ofereceu um frasco do gel a uma professora, de acordo com o Metro. Ela denunciou-o imediatamente à direcção do colégio.

Jenny Tompkins, a mãe de Oliver, contou tudo no Facebook:

“O meu filho foi suspenso da escola depois de ter sido apanhado a cobrar aos alunos 50 centavos por um jacto de gel desinfectante para as mãos, para que eles se protegessem do sangrento coronavírus!”

Por outro lado, o pai de Oliver o classificou-o de “lenda” pelo seu oportunismo.

O que dizer?